Portaria de Inquérito Civil PRM Luziânia-GO nº 60, de 16 de fevereiro de 2016

Mostrar registro simples

dc.contributor.author PRGO - Procuradoria da República em Goiás pt_BR
dc.date.accessioned 2016-02-25T18:17:23Z
dc.date.available 2016-02-25T18:17:23Z
dc.date.created 2016-02-16
dc.date.issued 2016-02-18
dc.identifier.uri http://hdl.handle.net/11549/80019
dc.description.abstract Instaura Inquérito Civil para apurar a notícia de que a Associação de Agricultores do Projeto de Assentamento Barra Verde, situado no município goiano de Formosa, estaria cobrando indevidamente taxa dos assentados para a escavação de cisternas, que seriam integralmente custeadas com recursos do governo federal. pt_BR
dc.publisher DMPF-e, Brasília, DF, 18 fev. 2016. Caderno Extrajudicial, p. 40. pt_BR
dc.subject Repasse de verbas públicas pt_BR
dc.subject.other Assentamento rural pt_BR
dc.subject.other Associação agrícola pt_BR
dc.subject.other Cobrança pt_BR
dc.title Portaria de Inquérito Civil PRM Luziânia-GO nº 60, de 16 de fevereiro de 2016 pt_BR
dc.type Portaria de Inquérito Civil pt_BR
dc.description.version Não consta revogacao expressa pt_BR
dc.description.number 60 pt_BR
dc.contributor.sector PRGO/PRM-LUZIÂNIA - Procuradoria da República no Município de Luziânia pt_BR
dc.contributor.signature Fernando Túlio da Silva pt_BR
dc.identifier.ver http://bibliotecadigital.mpf.mp.br/bdmpf/handle/11549/35889 pt_BR


Arquivos deste item

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(s)

Mostrar registro simples

Buscar DSpace


Busca avançada

Navegar

Minha conta